sábado, 26 de maio de 2012

"Vento"

"Vento!
Vento que bate
Vento que chora
Vento que ri
Vento que sopra e me envolve.
Vento!
Vento que persegues a minha alma e me guias
Vento que me envolves em teus braços.
Vento!
Vento que fazes de mim uma passagem
Passagem que sou...
Passagem que outrora foi corpo que te habitou.
Foste meu quarto, minha cama e meu desejo
Foste para outra margem sendo tu a passagem
Passagem que és
Passagem que foste
Foste e eu fiquei
Volta vento!
Não me deixes só...
Volta!
Mas... o vento não voltou!"

Francisco José Graça

terça-feira, 22 de maio de 2012

Salve a Amazônia - Urgente!‏



Há alguns dias, o Congresso aprovou um projeto de lei catastrófico que dá aos madeireiros e fazendeiros carta branca para desmatar enormes faixas das preciosas florestas do Brasil, da Amazônia à Mata Atlântica. Agora, somente a Presidenta Dilma pode barrar essa lei. 

O universo está conspirando a nosso favor. Em algumas semanas, Dilma será anfitriã da maior conferência ambiental do mundo. Informantes nos disseram que ela não aceita pagar o preço de ser considerada a líder que aprovou a devastação da Amazônia. Ela enfrenta uma pressão nacional crescente, pois 79% dos brasileiros em todo o país rejeitam a mudança na legislação florestal. Se nos juntarmos a estes brasileiros agora, nós poderemos despertar a atenção global para o assunto e pressionar para que ela corte a lei e não a floresta.

Não temos tempo a perder – Dilma pode tomar uma decisão a qualquer momento. Vamos pedir para ela vetar o Código Florestal agora. Clica abaixo para assinar a petição urgente para acabar com esse massacre da serra eléctrica na Amazônia e, caso já tenhas assinado, envia para todos:

http://www.avaaz.org/po/veto_dilma_global_reblast/?vl

A Amazônia é vital para a vida na terra – 20% do nosso oxigênio vem dessa magnífica floresta que também desempenha um papel fundamental na mitigação das mudanças climáticas globais. Na última década, o Brasil conseguiu reduzir amplamente os índices de desmatamento, chegando a 78% de redução entre 2004 e 2011. A razão? Uma legislação florestal aclamada mundialmente, aplicada pela polícia federal do Brasil, e o monitoramento via satélite.

Entretanto, essa perigosa lei não vai somente possibilitar o desmatamento de uma área do tamanho da França e Reino Unido juntos, como também irá conceder anistia para todos os crimes de desmatamento do passado. Isto iria causar não somente a total devastação das florestas no Brasil, mas serviria como um péssimo precedente para outros países. Por isso é crucial que protejamos essa legislação! 

O Brasil, um país em rápido desenvolvimento, luta para tirar milhões da pobreza. Apesar da evidência de que crescimento não demanda desflorestamento, Dilma está sob pressão do poderoso lobby do agro-negócio, que ajudou-lhe a se eleger, para desmatar em nome do lucro. Esta é uma terrível batalha – ativistas sendo assassinados, intimidados e silenciados. Mas ex-Ministros do Meio Ambiente e pessoas do Brasil todo enviaram uma clara mensagem à Dilma de que eles querem salvar a Amazônia. Agora, cabe a nós apoiá-los e exigir que a Presidenta Dilma se mantenha forte. 

O destino das florestas brasileiras está sob ameaça. Mas a Presidenta Dilma está, neste momento, vulnerável à pressão pública e nós podemos trazer a força global do poder das pessoas para salvar nosso planeta! Assina a petição urgente abaixo e fala para todos – a petição será entregue por ex-Ministros do Meio Ambiente do Brasil diretamente à Dilma: 

http://www.avaaz.org/po/veto_dilma_global_reblast/?vl

Nos últimos 3 anos, nós vencemos batalha atrás de batalha. Agora, mais uma vez, é hora de nos juntarmos antes que seja tarde demais para impedir a destruição da Amazônia, proteger nosso planeta e proclamar Dilma como uma verdadeira líder internacional ambiental.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Um novo plano para salvar nosso planeta‏



Neste fim de semana, os oito líderes mais poderosos do mundo irão se reunir no encontro do G8 e poderão entrar em acordo sobre um plano que poderia, literalmente, interromper as mudanças climáticas! 

É incrível, mas atualmente, nossos governos dão cerca de 1 trilhão de dólares por ano dos nossos impostos para grandes empresas de petróleo e carvão destruírem nosso planeta. Os principais líderes do mundo já concordaram em acabar com esses pagamentos poluidores, entre eles o presidente Obama, anfitrião do evento. Portanto, se exigirmos agora que eles cumpram suas palavras e redirecionem essa quantidade enorme de dinheiro para energias renováveis, de acordo com especalistas, nós poderíamos realmente salvar o planeta! 

É algo tão óbvio que nossos líderes inclusive já entraram em acordo quanto a isso. Vamos manter a pressão sobre o presidente Obama, para que ele lidere as maiores economias do mundo a transformar esses subsídios poluidores em subsídios verdes. Assine a petição urgente abaixo e, em seguida, encaminhe para todos seus amigos e familiares – uma campanha maciça neste momento pode forçar nossos líderes a transformar palavras em ação: 

http://www.avaaz.org/po/a_new_plan_to_save_the_planet/?vl

O único motivo pelo qual mandamos dinheiro para os cofres das grandes companhias de petróleo é pelo fato de seus lobistas terem grande influência e domínio sobre nossos governos. Entretanto, se nós exigirmos que nossos líderes “esverdeiem” nosso dinheiro vindo de impostos, nós iremos aumentar o investimento verde global em 400%, tornando as energias eólica e solar mais baratas que petróleo e carvão – e, consequentemente, salvaremos nosso planeta dando um cartão vermelho para as empresas de petróleo.

Estamos rapidamente chegando num ponto sem retorno nas mudanças climáticas e um tratado para prevenir uma catástrofe está a anos-luz de acontecer. Felizmente, um momento está sendo criado por trás desse novo plano para salvar o planeta. A Nova Zelândia, o México e a Suíça estão pedindo um acordo agora, e legisladores de 20 países, incluindo os EUA, Brasil e China se juntaram para apoiá-los. Todos os líderes do G8 se comprometeram publicamente a acabar com esses subsídios sujos, e ao mesmo tempo, o presidente Obama está pressionando por uma legislação americana para acabar com estes subsídios.

Nosso planeta está sendo destruído a uma taxa avassaladora e esta é a nossa melhor chance de parar com isso. Agora é a hora de agir, mas sem um apoio público maciço, os poderosos poluidores podem parar esta proposta. Cabe a nós combater os lobistas com o poder extraordinário do povo. Temos dois dias para pressionar Obama a liderar este grupo. Assine a petição: 

http://www.avaaz.org/po/a_new_plan_to_save_the_planet/?vl

Por muito tempo, o progresso de uma solução global para as mudanças climáticas tem sido retido pelo interesse e lucro das grandes companhias de carvão, petróleo e gás. Mas, finalmente, os governos estão percebendo que o corte de subsídios beneficiará o clima e ajudará a equilibrar a economia global. Se protestarmos agora, juntos, o nosso movimento pode forçar os nossos líderes a agir e libertar o mundo da tirania dos combustíveis fósseis. 

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Dark Shadows


Mais um grande filme de Tim Burton. O seu estilo peculiar e macabro, desta vez envolve vampiros, bruxas e uma pitada de "flower power".
ADOREI!!! E gostei especialmente da expressão "ancas parideiras".

Para comemorar os 1000 visitantes...

glitters


1064 visitantes?! Obrigado. E voltem sempre... ;)

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Kindness Boomerang


O mundo ideal... seria maravilhoso se assim fosse... Bem diz a Ellen DeGeneres constantemente no fim do seu programa: "Be kind to one another." Eu vou fazendo por ser...

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Albert Einstein


"Imagination is more important than knowledge. Knowledge is limited. Imagination encircles the world."



domingo, 6 de maio de 2012

Para todas as Mães, em especial para a minha...


Independentemente da raça ou da espécie, uma coisa é certa: mãe só há uma. Tal como para os humanos, não existe nada mais forte no mundo animal do que a relação entre mãe e filho. As crias dependem das suas mães para sobreviver e, de um modo geral, são elas que as preparam para a vida adulta. As mães são muito carinhosas, podendo ser também, por vezes, agressivas com todos os que querem fazer mal aos seus filhos. Estes são a sua principal prioridade e razão de viver.


Animais e Legislação


Decidir adoptar animais como companheiros quotidianos não implica apenas avaliar as condições materiais e emocionais a curto, médio e longo prazo para os receber, manter e acarinhar, mas também conhecer a legislação relativa à sua posse e detenção (como a lei designa), o seu transporte, circulação na via pública, etc...


Em Portugal são abandonados mais de 10 mil animais anualmente não apenas devido ao desrespeito pela vida, mas também devido ao facilitismo ou a pressões a que os responsáveis por aqueles são sujeitos quando pretendem fazer acompanhar se do seu companheiro em casa, durante férias, em transportes públicos e outras situações.


Habituámo-nos a conhecer certos locais interditos a estes amigos (embora muitas vezes as suas condições de higiene, comportamento e saúde, etc. superarem as dos humanos!), mas apesar das interdições, a lei prevê o seu acesso a vários sítios.


Talvez os locais que originam mais conflitos sejam os domicílios. Segundo o Art. 2.º da Portaria n.º1427/2001, respeitando a tranquilidade e salubridade, é permitido habitarem em apartamentos até três cães ou quatro gatos adultos, não excedendo os quatro animais no total. A este respeito a LPDA (Liga Portuguesa Dos Direitos dos Animais) explica: «O código civil considera os animais pertença (um bem) das pessoas, tornando-as por eles responsáveis em todas as situações, logo, as pessoas não podem ser espoliadas dos seus pertences e ou bens por qualquer regulamento de condomínio sem fundamento plausível. Quando é celebrado o contrato de promessa de compra e venda de um apartamento e ou aluguer deve o comprador ou o inquilino ser informado de que existe um regulamento que interdita o acesso a animais; regulamento que deve estar afixado no imóvel. Qualquer regulamento feito a posteriori não pode ser aplicado a quem já tem direitos adquiridos. O regulamento de condomínio só tem aplicação a partir da sua aprovação e desde que este seja aprovado por maioria, conforme lei do condomínio. Mesmo assim, é discutível a sua validade porquanto não existe nenhuma lei que proíba a posse de animais, bem pelo contrário. Este é também o parecer jurídico da DECO (Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor): o Art.º 1422.º do Código Civil, na enumeração que faz das limitações ao exercício dos direitos dos condóminos não refere qualquer restrição desta natureza.». A LPDA disponibiliza apoio jurídico em relação a estas questões.


Em relação à circulação na via pública, os animais devem ter licenciamento municipal e boletim de vacinas em dia, expedientes que podem ser tratados junto das Juntas de Freguesia da residência ou canis municipais. A identificação electrónica do Sistema de Identificação de Caninos e Felinos (SICAFE) prevista noDecreto-lei n.º 313/2003 (vulgo chip) é obrigatória apenas nos casos contemplados no Art.º 6.º do referido decreto e para todos os cães nascidos após 1 de Julho de 2008. Para além disso, para sua própria segurança e alheia, cães e gatos devem circular com trela, coleira ou peitoral identificados ou açaime (no caso dos cães que não estejam atrelados) ou em sacos/caixas transportadores próprios à venda em associações de protecção animal, hipermercados, etc...


Relativamente a transportes privados, o Código da Estrada português (Art. 56.º) considera os animais como carga e por isso aplicam-se as mesmas regras. Os animais não devem ir soltos. No caso dos automóveis e similares, a forma mais segura de os transportar é no chão em caixas transportadoras resistentes (para não serem arremessados em caso de acidente ou travagem brusca) ou na bagageira com grelha ou rede divisória. No entanto, agora já existem à venda cintos e coletes de segurança para cães e gatos adaptáveis aos assentos dos veículos. Em motociclo, triciclo, quadriciclo, ciclomotor ou velocípede o Código da Estrada nacional só permite o transporte de animais em reboque ou caixa de carga.


No que diz respeito a transportes públicos, a legislação em vigor em Portugal (Art. 7.º da Lei 92/95, Art. 9.º do Decreto-lei n.º 58/2008 e Art. 19.º do Decreto-Lei n.º 251/98) diz que responsáveis por transportes públicos não podem recusar o transporte de animais de companhia acondicionados salvo em casos de doença, falta de higiene ou comportamento que apresente risco, mas poderão haver regras específicas de empresas que convém esclarecer junto das mesmas ao planear o transporte. O Decreto-lei que regula o transporte de animais é o n.º 276/2001.


No caso das férias, para minimizar a angústia da separação de que muitos animais sofrem, o ideal será que ele acompanhe os seus responsáveis desde que as viagens e/ou os destinos não lhes sejam prejudiciais. A indústria turística nacional e internacional já oferece soluções para animais, seja hotéis, cruzeiros, empresas de transportes vários, etc. onde podem permanecer. Presentemente, existe já uma companhia aérea - a PetAirways - exclusivamente destinada a animais (os únicos passageiros) na qual estes são transportados na cabine e não no porão e vigiados regularmente por tripulantes, sendo depois entregues no destino aos seus responsáveis. A melhor solução é obter as informações a respeito das regras das várias entidades implicadas aquando do planeamento das férias. Outra hipótese é deixar o animal ao cuidado de uma amigo/familiar que ele/a já conheça e seja competente e de confiança ou então solicitar um serviço de apoio domiciliário (petsitting) para que o animal não sinta falta do seu espaço, dos seus brinquedos, etc.. Em último caso poder se á recorrer aos serviços de alojamentos próprios - hotéis para animais e/ou associações que também disponibilizam este serviço.


Em todos os casos, o licenciamento e o boletim de vacinas actualizado deve acompanhar o animal.


As pretensas proibições de acesso dos animais a certos locais proliferam, por isso cabe a quem faz acompanhar-se por eles não permitir abusos e exercer os direitos que lhes são devidos e constantes da legislação.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

terça-feira, 1 de maio de 2012

Equinácea


Os índios americanos foram, provavelmente, os primeiros a usar a equinácea, uma planta herbácea originária da América do Norte. Usavam-na sobretudo para cicatrizar feridas e para picadas de serpentes. Hoje em dia, embora os seus usos sejam sobretudo outros, a equinácea é cada vez mais usada pelos ocidentais. A raiz da echinacea purpurea é essencialmente usada em produtos medicinais, sendo conhecida pelas suas propriedades de combate a gripes e constipações.


Segundo uma pesquisa realizada na Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, publicada na revista científica The Lancet Infectious Diseases, o consumo da equinácea pode reduzir em 58% as hipóteses de desenvolver constipações. O mesmo estudo, dirigido por Craig Coleman, indica ainda que a equinácea reduziria também o tempo de duração das constipações.


A equinácea é, pois, tradicionalmente utilizada em situações de gripes, constipações, rinites e sinusites, uma vez que estimula as defesas naturais do organismo. No entanto, o seu efeito é, sobretudo, preventivo.


Tem ainda propriedades protectoras do aparelho respiratório. É útil em casos de convalescença, sobretudo nos casos de infecções causadas por bactérias e vírus. É também usada em afecções cutâneas e herpes. Como a planta é capaz de aumentar a capacidade de resposta do sistema imunológico, é aconselhada para todos os tipos de infecções virais, bacterianas e por fungos, pois proporciona maior produção de anticorpos e glóbulos brancos.


A equinácea pode ainda favorecer a regeneração do tecido conjuntivo e da cicatrização. Como tal pode ser útil em casos de feridas, queimaduras e acne. É também referida como sendo anti-inflamatória e como tendo propriedades antibióticas.