domingo, 26 de fevereiro de 2012

Usos Medicinais do Limão



Um fruto muito comum em Portugal, o limão é um verdadeiro medicamento caseiro. É rico em vitamina C, flavonóides, vitaminas do complexo B, cálcio, cobre, ferro, magnésio, fósforo, potássio e fibra; equilibra a química do organismo, pois sendo ácido com um pH de 3.5, contém um composto de bicarbonato de potássio alcalinizante, o qual interage com os ácidos metabólicos do organismo, contribuindo assim para um estado alcalino dos fluídos do organismo, ideal para evitar várias doenças.
O consumo da raspa e/ou sumo de limão fresco diluído em água tem sido relacionado, por exemplo, com a redução do risco de ataque cardíaco e também de cancro.
Seguem-se algumas das vantagens do seu consumo para a saúde:
  • Desintoxica o fígado, especialmente quando consumido ao início e/ou ao final do dia, antes de deitar.
  • Alivia as alergias devido à presença de espertina, um fitonutriente que suaviza os sintomas alérgicos pela redução de toxinas ácidas.
  • Combate os enjoos matinais da gravidez ou outros, acalmando as náuseas e o estômago.
  • Beneficia o coração devido à vitamina C, que combate os radicais livres (moléculas instáveis que danificam as células). Os níveis baixos de antioxidantes em geral e de vitamina C em particular estão associados com aumento de risco de AVC e ataque cardíaco pois aquelas moléculas oxidam o colesterol que se deposita em forma de placa, bloqueando as artérias.
  • Prevenção da formação de cálculos renais e da vesícula biliar por ação do ácido cítrico. (Beber um copo de água morna com sumo de limão de manhã.)
  • Sistema nervoso e cérebro: a tangeritina, um fitonutriente presente na casca do limão controla o excesso de ácido do açúcar, álcool e acetaldeído que destroem as células cerebrais, por exemplo, na doença de Parkinson.
  • Constipações: a vitamina C e os flavonóides atuam conjuntamente nos ácidos metabólicos, o que faz com que o organismo elimine as toxinas através dos intestinos, poros, tracto urinário e fossas nasais. Actua também na suavização dos tecidos irritados e reduz a histamina, o químico que causa inflamação, nariz entupido e olhos lacrimejantes.
  • Boca seca: o sumo de limão com água ajuda a produzir mais saliva.
  • Prevenção de cancro: os limões contêm 22 compostos anti-cancerígenos ou anti-ácidos, incluindo limoneno, um óleo natural que abranda e detém os ácidos que danificam tecidos saudáveis e causam tumores cancerosos. Contém também glicosídeo flavonóide que impede os ácidos de causar danos a células saudáveis com efeito dominó que daria origem a mais células cancerosas.
  • Limpeza intestinal: o sabor amargo do limão auxilia os movimentos peristálticos. Beber sumo de um limão num copo de água em jejum.
  • Saúde ocular: a rutina presente nos limões auxilia a resolução de problemas oftalmológicos, incluindo a retinopatia diabética, por deter os ácidos que causam danos aos olhos.
  • Diabetes: a espertina reduz o ácido no sangue, particularmente os níveis ácidos de glucose.
  • Anti-acidez: o limão é eficaz no refluxo esofágico, indigestão, inflamação, irritação, ulceração e endurecimento dos tecidos.
  • Anti-envelhecimento: o bicarbonato de potássio presente nos limões ajuda a neutralizar os ácidos ambientais, metabólicos, respiratórios e alimentares relacionados com o envelhecimento e diversas doenças.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

A língua portuguesa é difícil... até para fazer amor!



AMÁ-LA ou AMAR-TE?
O marido, ao chegar a casa, no final da noite, diz à mulher que já estava deitada :
- Querida, eu quero amá-la.
A mulher, que estava dormindo, com a voz embolada pelo sono, responde:
- A mala!... ah não sei onde está! mas se não a encontraste, usa a mochila que está no maleiro do quarto de visitas.
- Não é isso querida, hoje vou amar-te.
- Por mim, podes ir a Marte, Júpiter, Saturno ou até à merda, desde que me deixes dormir em paz.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

As velhotas das igrejas manhosas

Frequentemente sou abordada por estas velhotas. Têm toda a minha educação pela sua idade, mas são uma chatinhas!!!.... Hoje foi assim:
Velhota: "Bom dia! Posso oferecer-lhe uma coisa?"
Eu: "Bom dia! Claro que sim!" (logo a rir bastante pela manhã, já a adivinhar o que se seguia...)
A velhota saca dum folheto cujo título era "O consolo dos deprimidos" e diz: "Tome, é para si."
Só tinha vontade de rir como uma desalmada, mas por respeito à senhora... "Olhe se faz muita questão que eu fique com isso, eu fico. Mas não vou ler."
Velhota: "Mas olhe... Deus vai mudar o mundo!"
Eu: "Acho muito bem, é bom que mude..."
Velhota: "Sabe... quem não estuda a bíblia não vai para o paraíso!"
Eu: "Ahhhhh pooooiiiis, se calhar não!!! :))) Continuação de um bom dia!"

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Pássaros...


De há uns anos a esta parte, comecei a prestar mais atenção aos pássaros. Companheiros de jornada, é vê-los e ouvi-los por aí, fazendo esplendorosas demonstrações dos seus dotes acrobáticos e vocais. 
São tão magnatas no seu esplendor que literalmente nos "cagam" em cima! Quem nunca sentiu isso na pele?!
Mas o meu fascínio pelos pássaros tem a ver com a crença de que, cada um que vê-mos, cada um que canta para nós, são almas amigas, defuntas ou distantes, a confraternizar connosco...
Pode parecer loucura à maioria, a uma escassez talvez não... Mas cada um encara a partida dos entes queridos como consegue e sabe. Haverá melhor coisa que, depois de livre do corpo, o espírito voar num pássaro?! Chilreando cá para baixo lindas canções de amor...

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Galinhas I


As galinhas não são todas iguais. Temos dois tipos de galinhas - de carne e poedeiras - cada um com características genéticas distintas. Chamamos galinhas a ambos os tipos, mas elas apresentam corpos e metabolismos profundamente diferentes, fabricados para "funções" diferentes. 

As poedeiras põem ovos. (A sua produção de ovos mais do que duplicou desde a década de 1930.) A gaiola típica das galinhas poedeiras destina a cada animal 430 centímetros quadrados de espaço - mais ou menos a dimensão de uma folha A4. Essas gaiolas são empilhadas a uma altura de três a nove camadas - o Japão tem a maior unidade de criação em bateria, com dezoito gaiolas empilhadas - em armazéns sem janelas.

Os frangos de carne produzem carne. (Nesse mesmo período foram geneticamente modificados para crescer mais do dobro em menos de metade do tempo. Antigamente, as galinhas tinham uma esperança de vida de quinze a vinte anos, mas o frango de carne moderno é regra geral abatido às seis semanas. A taxa diária de crescimento aumentou cerca de 400%.)

Ai as galinhas, as galinhas... Outro dia este assunto será abordado mais a fundo, hoje não!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Para reflectir...


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Xana em tempos aúreos!



terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Happy Valentine's Day


Uma pequena história dos tempos de liceu:
Frequentava o 9º ano, não vou revelar nomes, não interessa. Uma das minhas melhores amigas da altura faz-me a seguinte proposta: quero curtir com o X, mas ele só curte comigo se tu curtires com o Y (que era o seu melhor amigo); vamos ter com eles atrás do liceu no fim das aulas.
Eu concordei e fui... 
Quando lá chegamos o X foi logo ter com a minha amiga e o Y começa a aproximar-se aqui para os meus lados. Meti-o logo na ordem com algo do género "vade retro". Obviamente não se passou nada, nem comigo nem com ela. O duplo encontro nem 5 minutos durou... 
Curiosamente, hoje encontro o Y no Facebook. Baaahhh... As tendências juvenis de bisonte deflagraram-se em adulto... e casado com uma Ana Silva!!! Aaaalimpa-te!!!! (mas aaalimpa-te bem) Que é como quem diz: olha do que eu me safei!  ; ) 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Primeiro contacto de Sá Pinto com Domingos Paciência


O futebol nunca foi, de todo, o meu forte. Nem nunca será.
Sou simpatizante do Sporting e as notícias de hoje deram-me para isto.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Tudo o que o organismo precisa: vitaminas, minerais e oligoelementos

Proteínas ou prótidos:
São constantemente substituídas, é uma necessidade vital. Encontram-se na carne, peixe, crustáceos, moluscos, ovos, lacticínios, cereias, frutos oleaginosos (nozes, avelãs, amêndoas, pinhões, pistachos, amendoins), leguminosas (feijão, ervilhas, favas, lentilhas, soja), algas, frutos, vegetais, pão integral, massas, arroz e legumes verdes.

Glúcidos ou hidratos de carbono:
São as nossas reservas de energia e armazenam-se no fígado e nos músculos. Existem dois tipos:
Os simples estão presentes no açúcar, mel, compotas, chocolate, frutos secos, produtos de confeitaria, pastelaria e bolachas, corn-flakes, pipocas, bebidas açucaradas e xaropes.
Os complexos existem na fécula, ervilhas, favas, lentilhas, feijão, castanhas, cereais (trigo, cevada, aveia, arroz, centeio, milho), frutos, legumes secos, pão, batata e girassol-batateiro.

Lípidos:
São a fonte de energia mais concentrada para o esforços muscular. Dividem-se em três grupos:
Os ácidos gordos saturados encontram-se nas matérias gordas de origem animal: manteiga, natas frescas, toucinho, banha, óleo de amendoim, carnes, charcutaria, miudezas, ovos, certos mariscos, lacticínios e queijos.
Os ácidos gordos mono-insaturados existentes no azeite, óleo de colza, frutos oleaginosos (amendoins, amêndoas, azeitonas, abacates), gorduras de pato e de ganso.
Os ácidos gordos polinsaturados presentes nos óleos de girassol, milho, grainhas de uva, margarinas de girassol e de milho, peixes, crustáceos e óleos de peixe.

Fibras alimentares:
Têm o poder de moderar o acesso dos lípidos e dos glúcidos do sangue e combatem os excessos alimentares. Podem-se encontrar no aipo, alcachofras, alperces secos, amêndoas, amendoins, banana, brócolos, cenoura, cereais integrais, couve, espinafre, feijão, figos secos, framboesa, groselha, tâmara, alho francês, ameixa, arroz, avelã, azeitona, batata, erva benta, ervilhas, farelo, feijão verde, laranja, lentilhas, maçã, milho em grão, noz de coco, nozes, pão, passas de uva, pêra e pêssego.

Vitamina A:
Responsável pelo processo de visão, cicatrização, combate de infecções, doenças cutâneas, envelhecimento e anti-cancerígena. Existem dois tipos:
Caroteno (origem vegetal) presente na cenoura, espinafre, tomate, alface, espargo, milho, melão, alperce, laranja e frutos secos.
Retinol (origem animal) encontra-se no fígado de peixe e outros animais, gordura dos lacticínios e gema de ovo.

Vitamina B1
Auxilia na digestão dos hidratos de carbono, tem acção benéfica sobre o sistema nervoso e protege o sistema cardiovascular e as artérias.
Pode-se encontrar essencialmente no germe de trigo, cereais integrais, leveduras, nozes, carne de porco, leite e derivados, gema de ovo e na parte verde dos vegetais. Esta vitamina é destruída pelo café, álcool e pílula contraceptiva. 

Vitamina B2:
Intervém no metabolismo das enzimas que participam no processo de trocas celulares e no metabolismo correcto dos hidratos de carbono, proteínas e lípidos; contribui para o bom estado de conservação e saúde dos olhos e visão, assim como da pele e tem efeito curativo nas doenças da boca, lábios e língua.
Existente nas leveduras, fígado dos animais e rins, germe de trigo, queijo, peixes gordos, frutos oleaginosos e gema de ovo.

Vitamina B3:
Participa na síntese de várias hormonas, designadamente as hormonas sexuais: estrogénio, progesterona, testosterona, assim como nas hormonas de regulação da tiróide e da insulina.
Encontra-se no fígado (porco, vaca, vitela), cereais integrais, peixe, carnes brancas, ovos, tâmaras, figos e amêndoas.

Vitamina B5:
Desempenha um papel essencial no metabolismo: transforma os lípidos e os glúcidos em energia, participa na formação de hormonas suprarrenais, combate a fadiga e o stress, desenvolve as defesas imunitárias no seu conjunto, participando na síntese dos anticorpos, é indispensável nas doenças cutâneas e favorece a cicatrização.
Existe nas couves, ostras, mel, leite, ovos, soja, tomate, girassol, carne de bovino, cereais, espinafres, geleia real, melaço, farelo de arroz e de trigo, fígado, coração, rins e levedura de cerveja.

Vitamina B6:
Intervém no metabolismo dos aminoácidos e das proteínas, é necessária para a assimilação do magnésio e a transformação do triptofano em vitamina B3, desempenha uma função importante em todos os sintomas ligados ao síndroma pré-menstrual, à gravidez e às pílulas contraceptivas; é útil contra certas perturbações nervosas e cutãneas, nomeadamente o acne; ajuda a equilibrar certos tipos de diabetes; estimula o sistema imunitário em geral.
Pode-se encontrar nos cereais, pão integral, leveduras, gema de ovo, fígado de bovino, soja, mioleira, fígado, rins, carne vermelha, peixe, couve, espinafres, ervilhas, legumes verdes, frutos secos, queijo, leite, melaço e leite materno.

Vitamina B8:
É a vitamina da pele e dos cabelos; intervém como factor essencial no metabolismo das proteínas, lípidos e hidratos de carbono.
Encontra-se no fígado, rins, gema de ovo, chocolate, amendoins, ervilhas secas, levedura de cerveja, cogumelos e em todos os tecidos animais e vegetais.

Vitamina B9 (ácido fólico):
Desempenha uma função essencial em importantes reacções biológicas, como a síntese do ADN e a formação de glóbulos vermelhos. Intervém na prevenção e no combate a todas as formas de anemias; protege contra os parasitas intestinais e as intoxicações; retarda o branqueamento dos cabelos.
Para certos autores, o ácido fólico teria poderes anti-cancerígenos.
Predomina no espinafres, brócolos, endívias, levedura de cerveja, germe de trigo, amendoins, amêndoas, fígado, molejo de vitela, rins, carne fresca, queijos e leguminosas.

Vitamina B12:
A sua principal função é ajudar na formação de glóbulos vermelhos. Esta vitamina trata as anemias e também as nevralgias. É necessária ao metabolismo do ferro no organismo.
Pode-se encontrar no fígado, levedura de cerveja, carne fresca, leite, queijo, gema de ovo, rins e ostras. Os vegetais não contêm esta vitamina.

Vitamina B15:
É a vitamina de eleição dos desportistas. Favorece a oxigenação dos tecidos e combate a intoxicação do organismo; aumenta a resistência à fadiga e acelera a recuperação, ao economizar o glicogénio - carburante da nossa energia; protege contra a poluição das grandes cidades; tem efeitos desintoxicantes sobre o organismo.
Encontra-se essencialmente no caroço do alperce (onde foi descoberta pela primeira vez), arroz, cereais integrais, sésamo, fígado de cavalo e sangue bovino.

Vitamina C (ácido ascórbico):
Desempenha um papel importante num grande número de mecanismos. Não é armazenada pelo organismo, deve ser ingerida diariamente. Intervém no sistema imunitário, prevenindo e ajudando a tratar as infecções bacterianas e virais (constipações, gripes, etc.); auxilia na cicatrização das feridas; protege contra certos efeitos nefastos da poluição e do tabaco; possui uma acção antioxidante e tem uma acção de prevenção e tratamento anti-cancerígeno.
Existente na groselha, limão, laranja, toranja, acerola, kiwi, salsa, couve-flor, couve de bruxelas, brócolos, pimento e maçã.

Vitamina D (calciferol):
Permite a fixação do cálcio e do fósforo. A sua função essencial consiste em intervir na formação e consolidação dos ossos e dos dentes.
Encontra-se nos ovos, leite, óleos de fígado de peixe, carnes de certos peixes como a sardinha, salmão e arenque.

Vitamina E (tocoferol):
Possui uma função antioxidante importante, que protege as células e os tecidos; é um dos principais nutrientes que actuam contra o envelhecimento e contra o cancro; tem um efeito benéfico sobre o coração e os problemas circulatórios.
Predomina no germe de trigo, avelãs, amêndoas, legumes de folhas verdes, sobretudo a alface e o espinafre, tomate, cereais integrais, óleo de fígado de bacalhau e óleos vegetais.

Vitamina F:
Ajuda na formação das membranas celulares, previne a deposição de colesterol nas artérias e protege contra as doenças cardiovasculares e a hipertensão arterial. Contribui para o bem-estar geral através da sua acção ao nível hormonal, contribui para o bom estado da pele e dos cabelos e favorece o emagrecimento ao queimar as gorduras saturadas. Tem uma influência positiva sobre o síndroma pré-menstrual, a artrite, o eczema, a secura e fadiga oculares.
Encontra-se nos óleos vegetais: germe de trigo, girassol, soja e amendoim; no amendoim, noz, amêndoa, abacate; óleo de onagra e óleo de borragem; óleos de peixe e peixes gordos.

Vitamina K (vitamina da coagulação):
Tem um papel essencial na formação da protrombina e no mecanismo da coagulação sanguínea; em caso de necessidade (hemorragias), aumenta muito rapidamente o nível de protrombina.
Pode-se encontrar nas folhas verdes (couve crespa, espinafre, couve de bruxelas, brócolos, alface, agrião), fígado dos animais, farinhas de peixe, mais raramente na fruta.

Alumínio:
Existe em baixas concentrações nos vegetais e nos animais. Utilizado em doses muito pequenas, o alumínio pode ser benéfico, pois é um grande regulador do sono, não provocando efeitos hipnóticos nem depressivos.

Cálcio:
Constituinte essencial dos ossos e dos dentes (98% do cálcio do organismo encontra-se no esqueleto), o cálcio é o elemento mineral mais importante do organismo, representando 2% do peso corporal, ou seja, aproximadamente 1,2kg no adulto. Para além da sua função de constituinte do esqueleto e dos dentes, o cálcio intervém na permeabilidade das células, no funcionamento dos nervos, dos músculos e do coração e na coagulação sanguínea.
Encontra-se principalmente nos lacticínios (leite, iogurte e queijo), amêndoas, avelãs, frutos secos, alperces secos, moluscos e em certas águas minerais.

Cloro:
Contribui para o bom funcionamento do fígado e para a eliminação das toxinas do organismo. Predomina no sal de mesa, algas, azeitonas e água da torneira.

Cobalto:
Estimulante da produção de glóbulos vermelhos, trata de anemias provocadas pela carência em ferro. Regulador do sistema neurovegetativo, trata todas as enfermidades com ele relacionadas: espasmos, cefaleias, afrontamentos, palpitações e angústia. É uma ajuda eficaz contra as perturbações da menopausa, além de proteger contra as doenças cardiovasculares. 
Encontra-se predominantemente nos produtos animais: carne, leite e mariscos.

Cobre:
Intervém na síntese das proteínas, na absorção do ferro e na formação de glóbulos vermelhos. É um anti-infeccioso microbiano e viral, pela sua acção estimulante do sistema retículo-endotelial, e também um regulador das glândulas tiróide e suprarrenais.
Existe no fígado de animais, nas carnes (excepto bovino e carneiro), peixes, mariscos e crustáceos, legumes secos, cogumelos e frutos oleaginosos.

Crómio:
Em virtude da sua acção sobre o mecanismo dos açúcares, o crómio é útil para a prevenção e tratamento das patologias ligadas à desregulação deste metabolismo: diabetes e hipoglicémia. Ao fazer baixar o nível de colesterol no sangue,previne a hipertensão arterial e as doenças cardiovasculares.
Encontra-se nos cereais integrais, levedura, carnes, mariscos e certos condimentos (pimenta preta, tomilho).

Enxofre:
Intervém em numerosas funções metabólicas ao nível do tecido conjuntivo, e na oxigenação do cérebro. Possui virtudes antioxidantes que actuam contra o envelhecimento. Este efeito anti-envelhecimento faz-se sentir tanto nas funções cerebrais como nas articulações, uma vez que protege da artrose. Tem uma acção favorável sobre a asma, erupções cutâneas, cefaleias, reumatismo, bronquite e laringite crónicas, rinite espasmódica. Também tonifica a pele e torna os cabelos mais sedosos.
Predomina nas proteínas, carnes, peixes, ovos, feijão seco, cebola e alho.

Ferro:
É o oligoelemento mais presente no corpo humano. Desempenha um papel essencial na constituição da hemoglobina (70% do ferro orgânico estão ligados à hemoglobina) e é um constituinte da mioglobina dos músculos e de numerosas enzimas indispensáveis aos processos metabólicos.
Encontra-se nos mariscos, morcela, fígado e miudezas, carnes, ovos, sobretudo na gema, cacau, legumes secos, frutos secos e oleaginosas.

Flúor:
É um constituinte essencial do esqueleto e do esmalte dos dentes.
Encontra-se na água, mariscos, algas e chá.

Fósforo:
Intervém na constituição das células, nas trocas celulares e no metabolismo energético.
Está presente nos queijos, gema do ovo, frutos oleaginosos, legumes secos, chocolate, sardinha, atum, outros peixes, moluscos e crustáceos, carnes.

Iodo:
Entra na composição das hormonas (em especial da tiroxina) produzidas pela glândula tiróide. Esta glândula influencia o ritmo das funções metabólicas em todos os órgãos. O iodo aumenta as faculdades mentais. Também fortalece os cabelos, unhas, pele e dentes.
Pode-se encontrar nas algas marinhas (são incrivelmente ricas: 700mg por cada 100g), soja, arenque fumado, mariscos de concha e crustáceos, alho, legumes e frutos secos.

Lítio:
É o remédio por excelência das perturbações do psiquismo e da afectividade. Trata problemas como o nervosismo, a ansiedade, a instabilidade, a irritabilidade, a agressividade, a agitação, as perturbações do humor e do comportamento (manias, obsessões), depressões, inibições.
É o agente solubilizante do ácido úrico e constitui um remédio para a hipertensão arterial; combate a obesidade e a celulite e regulariza a circulação. É especialmente recomendado na menopausa, pela sua acção sobre os problemas nervosos e circulatórios que surgem nesta idade crítica.
Predomina nos cereais integrais e pevides.

Magnésio:
É necessário para a produção e transporte de energia, a contracção muscular, a síntese das proteínas e a excitabilidade da célula nervosa.
Encontra-se no cacau, chocolate, cereais integrais, arroz integral, pão integral, frutos oleaginosos, moluscos e legumes secos.

Manganês:
É absorvido lentamente e com dificuldade pelo intestino delgado. A pequena parte de manganês alimentar absorvido é armazenada principalmente no fígado.
Desempenha um papel importante no sistema reprodutor, na formação das hormonas sexuais, e no sistema nervoso, assim como ao nível das doenças articulares e do crescimento ósseo.
Nozes, cereais integrais e legumes de folhas verdes são alimentos ricos em manganês.

Níquel:
Desempenha um papel importante no metabolismo dos hidratos de carbono e no seu armazenamento pelo fígado, assim como no metabolismo dos lípidos.
A sua acção é exercida enquanto antagonista da adrenalina, com efeitos contrários aos que esta pode provocar. É, portanto, hipotensor e moderador cardíaco.

Ouro:
Tem uma acção de estimulação da actividade celular. Aumenta o poder de defesa do organismo ao activar a capacidade destrutiva dos glóbulos brancos.
O ouro é fixado pelo fígado, baço e medula óssea. A sua polivalência biológica permite-lhe desempenhar todas as funções, em todos os órgãos e em todos os domínios: problemas cardiovasculares, hipertensão, hemorróidas, varizes, tuberculose, neoplasias.

Potássio:
Tem um papel essencial na permeabilidade da membrana celular, tal como o sódio. É indispensável na utilização das proteínas e dos açúcares e desempenha uma função preponderante na excitabilidade neuromuscular e no funcionamento do coração.
Encontra-se nos legumes secos, frutos secos e oleaginosas, carnes, peixes fumados e certos peixes frescos, legumes, chocolate, bananas e toranja.

Prata:
Poderoso anti-infeccioso que reforça as defesas naturais do organismo.

Selénio:
Combate o envelhecimento sob todas as formas, possui propriedades anti-cancerígenas e protege contra as doenças cardiovasculares. Estimula o sistema imunitário. Tem um poder desintoxicante contra os metais tóxicos, o álcool, o fumo e o tabaco, ajuda a manter a elasticidade da pele, aumenta a potência sexual masculina e actua contra a formação de cataratas, mas também pode ser  indutor destas quando ingerido em excesso.
Predomina no trigo germinado e cereais integrais (trigo e arroz), cebolas, levedura, ananás e carne.

Silício:
Fortifica os ossos e acelera a consolidação das fracturas, tem influência sobre o bom estado geral da pele, das unhas e dos cabelos e dá tónus ao tecido conjuntivo, combatendo, assim, de forma indirecta, a celulite. Permite a fixação do cálcio.
Encontra-se nas plantas com caule e folhas resistente, como a cavalinha; a película que envolve os frutos e os cereais, tal como a cebola, o alho e a chalota.

Sódio:
Tem uma função extremamente importante na manutenção de equilíbrio entre os diversos líquidos do organismo. Um edema dos membros inferiores e olheiras ao acordar devem alertar para um possível consumo excessivo de sal e risco de hipertensão.
Está presente no sal, algas marinhas, carnes e peixes fumados, azeitonas, produtos de charcutaria, camarão, molhos industriais, pepino, alcaparras, biscoitos salgados, ovas de peixe, salsichão e salsichas.

Zinco:
Participa no metabolismo dos lípidos, hidratos de carbono, proteínas e ácidos nucleicos.
Encontra-se nas ostras, carne de cavalo, pão integral, gema de ovo, fígado dos animais, carne de vitela, peixes, mariscos de casca e crustáceos.

in Coma e cure-se - como tornar o seu corpo invulnerável de Dr. Andrei Dracea

O que pensa um toiro na arena?



Em Portugal as touradas continuam a atrair milhares. Há quem aprecie e quem abomine. Interessava saber o que pensam os toiros disto tudo. Mas infelizmente a voz do toiro nunca poderá ser escutada.
"O que é que este senhor quer? Anda por aqui a passear-se no cavalo armado em bom e volta e meia vem espetar-me um ferro no lombo. Deve pensar que isto é um restaurante de rodízio à brasileira. Ó amigo isto aqui não é o Gauchão e eu não sou o prato do dia. Seja lá homem e desça daí, vamos tomar um copo e conversamos sobre o assunto..."
"Acho piada quando os aficionados dizem que amam os toiros. Estranha forma de amar. Porque é que não vais fazer isto aos perdigueiros que tens lá em casa? Cria-los, ama-los muito, e depois um dia leva-los até ao Campo Pequeno, convidas os teus amigos e passam a tarde a espetar-lhe ferros nas costas. Pois mas isso já não porque se trata de animais de estimação e tal. E é crime ainda por cima. A velha e gasta teoria de alguns de que podemos maltratar os animais desde que eles sejam criados para o efeito. Alguns até dizem que se não fosse as touradas os toiros bravos já nem existiam. Pois se o homem não existisse a estupidez também não mas assim torna-se difícil e temos de lidar com ela. E não sabia que o senhor Charles Darwin era criador de toiros".
"E são tão paternalistas...este toiro é muito nobre e tem personalidade e mais não sei o quê...deixa-me cá mas é atravessá-lo com uma espada e cortar-lhe uma orelha como fazem as tribos da amazónia que ainda vivem com uma parra a tapar as partes".
"E o homem da corneta? O que é aquilo? Não há por aí nenhuma alma caridosa que lhe pague o conservatório? Ou um sniper da Mossad com o ouvido mais sensível? Se me querem matar ao menos ponham Chopin ou Verdi".
"Pronto já cá faltava o grupinho de meninos armados em rebeldes enfiados em roupa de tamanho 2 números abaixo. E este da frente não se cala com o "é toiro, é toiro" Querias que fosse o quê? Uma perdiz? O que queres tu afinal? Um happy meal? Eu por acaso tenho cara de funcionário do Macdonalds? Já viste algum a raspar com as patas no chão enquanto tira um Sundae de chocolate? E já agora não achas que já comias menos meu badocha? Aposto que há na plateia quem tenha dúvidas de que lado da arena é que está o touro. Eu peso 500 quilos mas tu também deves andar lá perto. Uma consulta no nutricionista e larga o porco preto que qualquer dia só enrolado num cortinado...".
As touradas continuam a fazer parte do quotidiano português. O espectáculo bárbaro de espetar farpas de vários tamanhos num animal parece agradar a muitos à boa maneira de Júlio César, que há quem diga que foi primeiro a lembrar-se de um "entretenimento" do género com o uso de toiros, entre outros igualmente grotescos. O Imperador Cláudio pôs em prática sacrificando-os na Arena. As tradições acabam. E as más devem ser eliminadas. Quando o homem não consegue ou quer o tempo encarregar-se-á de o fazer. Até lá sofre o toiro.
Em Portugal o Marquês de Pombal acabou com os toiros de morte e chegou a proibir as touradas aquando da morte de um nobre (homem entenda-se) na arena. Retomou-se a "tradição" algum tempo mais tarde. Infelizmente. 
Fazer sofrer propositadamente um animal até à sua morte para regozijo das pessoas não devia ser permitido em parte alguma. Muito menos num país civilizado.
Recebido por email e eu subscrevo.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

EDP Continente


Alguém compreende esta parceria???!!! Se fosse com a loja do chinês ainda se percebia!!! lllooolll

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

We miss you girl :(