terça-feira, 4 de junho de 2013

País das loucuras


Todos nós somos loucos,
Afinal, vivemos no país das loucuras
Onde tudo tem um jeitinho;
Onde o crime é aplaudido de pé no governo;
Onde os ratos discursam e são aclamados;
Onde a justiça é cega, de fato;
Onde a marginalidade é respeitada;
Onde ser honesto é motivo de piada;
Onde bandidos tem patente e farda;
Onde a corrupção é uma epidemia;
Onde ser assassinado é aumentar os números das pesquisas;
Onde os homens de bem se refugiam atrás das grades de casa;
Onde as crianças trabalham nas ruas para sustentar suas famílias;
Onde os idosos são espancados e discriminados;
Onde os mendigos são queimados vivos enquanto dormem;
Onde a inocência é violentada;
Onde a água doce vira depósito de esgoto;
Onde os delinquentes planejam e executam seus crimes direto da cadeia;
Onde o dinheiro dos fiéis das igrejas enriquece ilicitamente seus diligentes;
Onde o branco é encardido;
Onde o preto é desbotado;
Onde o podre não é descartado;
Onde o bom apodrece para ser ingerido;
Onde os absurdos são tão normais;
Onde só sobrevivem os hipócritas!
Colibri Lunar

Sem comentários:

Enviar um comentário